ALIMENTOS QUE AUMENTAM A IMUNIDADE e CONTRAINDICAÇÕES

Atualizado: Mar 23

Olá, Blues!


De um tempo para cá, virei a louca da comida saudável! Tive que melhorar a minha alimentação depois de me ver um pouco frágil quando fazia trilhas mais longas e quando a médica pediu que eu cortasse o açúcar devido algumas inflamações que tenho. Meu corpo estava apresentando sintomas desde gastrite a alergias, e já era hora de parar de comer como uma adolescente rebelde.

Recentemente, como comentei no primeiro post sobre o Corona, fiquei bem mal depois de voltar da Chapada dos Veadeiros/GO. Pode ter sido o desgaste das trilhas longas e por ser um lugar bem quente, que fez meu corpo arriar um pouco e cair a imunidade. No mesmo tempo, a situação do Corona começou a ser notícia em todos os locais. Ainda não sei se peguei algo ou se foi só o meu organismo me avisando que eu extrapolei os limites dessa vez. Algo que me deixou melhor foi ter recebido da minha avó e da Tonia Mol algumas comidinhas e chás que aumentaram a minha imunidade mais uma vez, e me fizeram reagir em meio aquele monte de secreção no pulmão e mal estar.


Separei alguns alimentos que não podem faltar na sua geladeira durante essa quarentena! Não precisa ter todos, obviamente, mas ter alguns já ajuda demais! Também listei contra-indicações dos mesmos!


ALHO

Possui selênio, zinco e alicina, substâncias importantes para evitar gripes, resfriados, inflamações e infecções. O chá que a minha avó preparou continha alho, limão, mel, gengibre e hortelã. Fica uma delicia! :)

Contra indicações para quem:

  • têm problemas de coagulação sanguínea;

  • tomam remédios anticoagulantes;

  • têm trombose ou suspeitam de trombos não consolidados;

  • sofrem de hemorragias;

  • têm menstruação muito abundante;

  • tenham a pressão arterial muito baixa (especialmente no tempo mais quente);

  • devem passar por uma cirurgia de qualquer porte (inclusive dentária). O uso é contraindicado na semana anterior ao intervento;

  • após uma cirurgia;

  • que consomem: gingko biloba, ulmaria, sauce, óleo de onagra, óleo de krill, pomelo ou castanha da índia (todos têm ação anticoagulante que será potencializada com o uso concomitante do alho).


BATATA DOCE

Rica em vitamina A, C e outros compostos antioxidantes que ajudam no desenvolvimento e fortalecimento do sistema imune. De acordo com vários estudos, a vitamina A possui um efeito terapêutico no tratamento de diversas doenças infecciosas, sendo importante incluir os alimentos ricos nesta vitamina na alimentação.

DICAS DE CONSUMO: cozinhar muito bem!


BETERRABA

Com alto teor de potássio, ela auxilia no controle da pressão arterial e ajuda a fortalecer a imunidade e combater os efeitos do envelhecimento com a vitamina C;

Contraindicações:

  • O vegetal contém uma substância chamada oxalato que, se consumida em excesso, pode piorar o quadro de pedras no rim, para quem já tem o problema;

  • Como é uma fonte de potássio, alguns pacientes renais crônicos que necessitam de uma dieta controlada em potássio, podem ter orientação reduzida de consumo do alimento.

Quebrando tabus: a quantidade do ferro na beterraba é muito pequena e não serve para combater a anemia. A parte da beterraba que é rica em ferro é fica na folha, e não na raíz.


BRÓCOLIS

Possui substâncias identificadas como antioxidantes, que combatem os radicais livres. Seu alto conteúdo de vitaminas A, B, C, E e K fortalece o sistema imunológico, melhora a visão e previne as doenças vasculares. O brócolis também tem uma quantidade de fibras suficiente para evitar doenças do cólon.

Contraindicações:

  • Quem sofre de hipotireoidismo deve evitar o consumo em excesso. No entanto, os riscos são baixos quando o alimento é cozido.


CEBOLA

Anti-inflamatório natural! Tenho um amigo que detesta cebola. Assim como ele, se você não curte, tente cozinha-la bem ou assar. Perde bastante o gosto! Para quem não liga de usar como tempero, ela ajuda a reduzir o sódio e a quantidade de sal na comida, atua na maior absorção de nutrientes, como o cálcio, que é essencial para os ossos;

Contraindicações:

  • quem tem doença cardíaca. Não é recomendado para abusar de legumes com patologias semelhantes;

  • Doenças do fígado;

  • Hipertensão. A curva pode aumentar a pressão sanguínea;

  • Asma. Às vezes vegetal pode provocar ataque;

  • Doenças ulcerativas. Cebolas causam irritação das mucosas;

  • Distúrbio metabólico. As pessoas que têm tal problema não deve ser abusado produto, uma vez que desencadeia no muco gases de formação de corpo.

As contra-indicações são para o uso da cebola crua.


CASTANHAS/OLEOGINOSAS

São ricas em selênio, zinco e vitamina E, que potencializa o sistema imunológico por conter linfócitos B, que produzem anticorpos no organismo. Benéficas, principalmente para os idosos, agindo no combate à diminuição da atividade imunológica por conta da idade. Suas principais qualidades giram em torno dos ômegas, que são conhecidas como “gorduras do bem.

  1. Ômega 3: presente em praticamente todas as oleaginosas, ajuda o nosso organismo a utilizar a gordura como fonte de energia, ajuda a diminuir as taxas do mau colesterol (LDL) e a aumentar as do bom (HDL);

  2. Ômega 6, presente nas nozes, também tem esta função e ainda auxilia no controle dos sintomas pré-menstruais;

  3. O Ômega 7, presente na macadâmia, ainda é pouco conhecido, mas pesquisas recentes mostram que ele pode ser antioxidante, ajudar na regeração da pele, aumentar o bom colesterol, prevenir a diabetes tipo 2 e a resistência à insulina, e diminuir os riscos de problemas cardíacos, como enfarte e de acidente vascular cerebral, o AVC;

  4. O Ômega 9 presente em castanhas, nozes e amêndoas e auxilia na produção de hormônios sexuais como estrogênio e testosterona e auxilia no transporte e na absorção das vitaminas A, E D e K, entre outras funções.

Todos eles ainda colaboram com o fortalecimento do nosso sistema imunológico e da formação e ação do nosso sistema nervoso central e periférico.

Contraindicações:

  • Têm potencial alergênico. Devem ser evitadas por pessoas que costumam ter problemas de pele regulares, como dermatites e eczemas;

  • Prejudiciais para quem tem algum tipo frequente de herpes, pois possuem um aminoácido chamado ‘arginina’, que serve de alimento para esse vírus;

  • Por serem muito nutritivas, também podem atrair fungos e por isso devem ser evitadas por aqueles que têm candidíase de repetição ou vermelhidão, escamação na região da virilha, das mãos e dos pés;

  • Devem estar fora do cardápio de quem tem transtornos intestinais, como diarreia.

Dicas para consumo:

  • Se estão um pouco esbranquiçadas, isto indica a presença excessiva de fungos, neste caso devem ser descartadas.

  • É bom comprá-las sempre frescas, não armazená-las em casa por muito tempo e consumi-las em preparações que passem pelo fogo.


COGUMELO SHITAKE

Rico em lentinano, substância que aumenta a produção das células de defesa. Também possui fibras, que ajudam a saciar a fome;

Contraindicações:

  • à quem sofre de alergia ou que tenha sido submetido a transplante de órgãos.


COUVE

Poucas calorias, rica em fibra e não contém gordura. Contém mais ferro do que o seu peso equivalente em bifes e mais cálcio do que o leite, rica em vitaminas A - boa para a saúde dos olhos e para a visão, C - antioxidante bom para o sistema imunitário, e K - ajuda a estancar o sangue quando tem uma ferida. Contém ainda zinco, que ajuda corpo a combater infeções.

Contraindicações:

  • quem tem risco de coágulos no sangue;

  • contém progoitrina, um composto que pode interferir na síntese de hormônios da tireoide. O consumo exagerado do crucífero cru pode suprimir a atividade da tireóide e aumentar o risco de bócio (aumento do volume da glândula tireoide).

Dicas de consumo:

  • evitar comer o alimento cru, pois devido a alta quantidade de fibras, pode causar inchaço, aumento de peso e até flutuações nos níveis de açúcar no sangue.


ESPINAFRE

Esse vegetal é rico em minerais cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, cobre, manganês e zinco, Em vitaminas A, C, E e K, B6, além de proteínas e fibras, por isso, combate a anemia, ajuda no tratamento de eczemas, alivia prisão de ventre, melhora o funcionamento digestivo e imunológico. É anticancerígeno, devido conter flavonoides e fitonutrientes que agem reduzindo a divisão celular de diversos tipos de câncer. Contribui para a formação do sangue, devido ao ferro contido em sua composição nutricional, por isso, é indicado para pessoas anêmicas, e desnutridas. Outra propriedade benéfica do espinafre é o cálcio e o fósforo, nutrientes dessa verdura que colaboram na boa formação dos ossos e dentes, no fortalecimento muscular e na coagulação do sangue.

Contraindicações:

  • Por ser laxativo e estimular a secreção gástrica, é desaconselhado para pessoas com gastrite ou úlcera no estômago.

  • Devido conter uma grande quantidade de oxalato, uma substância que pode desencadear a formação de cálculos renais, o espinafre deve ser evitado por indivíduos com tendencia à ter pedras nos rins.

  • o ácido oxálico, contido no espinafre, em excesso, pode dificultar a absorção do cálcio.

Dicas de consumo:

  • Para neutralizar e diminuir o efeito dessas substâncias presentes no espinafre, o recomendável, é cozinhá-lo levemente.

  • Para preservar o ferro dessa verdura, adicionar um pouco de suco de limão.


FRUTAS CÍTRICAS

Laranja, tangerina, acerola, limão, morango e kiwi são alguns exemplos ricos em vitamina C, que é antioxidante, promove resistência a infecções respiratórias e gripes e ajuda na absorção dos nutrientes presentes em outros alimentos. A lichia também é uma excelente fonte de vitamina C;


GENGIBRE

Possui importante ação bactericida e auxilia principalmente nas infecções de garganta. Rico em antioxidantes e com boas doses de vitamina B6 e C, o gengibre é um dos melhores fortalecedores do sistema imunológico;

Contraindicações:

  • O gengibre retarda a coagulação sanguínea, sendo contraindicado para pacientes que já fazem usos de medicamentos anticoagulantes por aumentar o risco de hematomas e sangramentos;

  • A raiz ainda diminui os níveis de glicose no sangue, podendo ser perigosa para quem toma medicamentos para controle do diabetes. Como eles já tem a função de reduzir o açúcar no sangue, o consumo do vegetal pode reduzir ainda mais a glicemia, oferecendo perigo de hipoglicemia ao paciente;

  • Indivíduos que fazem uso de medicamentos para diminuição da hipertensão. A raiz age de forma a diminuir a pressão arterial, que pode ficar muito baixa com o uso concomitante do remédio, oferecendo riscos cardíacos ao paciente.


IOGURTE NATURAL

Possui lactobacilos com propriedades probióticas, que são bactérias boas. Elas atuam na melhora da flora intestinal e ajudam a regular a resposta do sistema imune perante um agente infeccioso, além de fortalecer e aumentar todas as defesas do corpo.


PIMENTA

A pimenta é fonte de betacaroneto, substância que se transforma em vitamina A, nutriente que protege o organismo de infecções. É termogênica e acelera o metabolismo, ainda impede ou combate a formação e o desenvolvimento de tumores (assim como o brócolis e o tomate), é antioxidante e melhora o fluxo sanguíneo.

Contraindicações: Os indivíduos com hipertensão ou com problemas gastrointestinais, como gastrite, úlcera, hemorroides, fissuras ou lesões devem evitá-la, uma vez que a capsaicina funciona como um agente agressor das mucosas.


PRÓPOLIS

O própolis contém proteínas e compostos com capacidade de alterar e regular o sistema imunológico, além dos benefícios de ser antibacteriano e antiviral. O própolis ativa os passos iniciais da resposta imune estimulando receptores específicos e a produção de citocinas, que modulam os mecanismos da imunidade.


RÚCULA

Fontes de ferro, ácido fólico (importante durante a gravidez), antioxidantes e vitaminas A, B6 e B12, que atuam na maturação das células imunes, potencializando o sistema imunológico e protegendo contra diversas doenças;

Dicas de consumo: em excesso, pode causar enjoos e vômito


TOMATE

Rico em licopeno, o tomate é forte aliado para combater doenças cardiovasculares, removendo radicais livres do organismo. Esses compostos aceleram o envelhecimento celular e deixam o corpo mais propício a desenvolver doenças.

Contraindicações: por se tratar de uma fruta acida, o tomate deve ser consumido com cuidado por pessoas que já possuem problemas estomacais, como gastrite e úlcera.


Muitos outros alimentos também contribuem direta ou indiretamente para o fortalecimento do nosso organismo. Sempre que for cozinhar ou comer em restaurantes, procurem agora por esses alimentos acima e sejam felizes!


VAMOS COMER BE, só quem ganha é a gente ;D


Nos vemos o quanto antes,

tenham um bom domingo!


Pamela Nogueira

116 visualizações1 comentário
Arara.jpg

BLUE TRIP

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Planalto

Vila Velha

Espírito Santo, Brasil

Telefone: (27) 30721808

Whatsapp: (27) 99601-2082

reservas@agenciabluetrip.com

COMERCIAL

bluetripcomercial@gmail.com

(27) 99623-6985