O arquipélago de Três Ilhas

Vamos começar pela parte importante, sismininos: Três Ilhas é uma área de preservação. Se você estiver programando sua visita ao local, leve a sua sacola de lixo (tanto para recolher o seu, como para recolher o de algum ser humano sem educação que possa ter deixado rastros). É uma área que requer cuidado e zelo, o que muitos ainda não se conscientizaram. Diversos animais marinhos passam e vivem no arquipélago, e o respeito é sempre bem vindo em qualquer momento da nossa vida.


Como todas as áreas de preservação, fica-se o esclarecimento:

- Não fazer fogo, mesmo com uso de lenha ou carvão trazidos do continente;

- Não cortar, nem danificar por outras formas a vegetação;

- Não acampar;

- Não deixar lixo ou quaisquer materiais estranhos ao ambiente;

- Não introduzir plantas e animais exóticos;

- Não levar animais domésticos;

- Não perturbar a fauna residente ou migratória;

- NÃO UTILIZAR CHURRASQUEIRAS (sério, não mesmo! Ou você acha que o óleo da comida que você lava na água e todos esses resíduos evaporam como mágica na benção do Senhor?!)


É simples, é fácil, e não se precisa de muto para começar ou continuar sendo um bom samaritano.


Fotografia Josiella Ramos

Abram os olhos para o Espírito Santo, e façam da maneira correta! Temos pontos turísticos valiosíssimos e de igual beleza como muitos outros locais do Brasil. Três Ilhas é um pequeno paraíso rico em vida marinha que precisa do nosso cuidado e atenção. Há poucas horas da costa, nos reserva um lugar de paz e tranquilidade. Na baixa temporada é um lugar ainda mais tranquilo e gostoso de passar o dia. Eu sempre procuro fugir dos meses de dezembro e janeiro (esse período de férias costuma lotar bastante, o que atrapalha um pouco a espiritualização, hehe).


Fotografia Josiella Ramos

Apesar do nome, o arquipélago é composto por cinco ilhotas, denominadas Quitongo, Cambaião, Guanchumbas, Leste-Oeste e Guararema. É área de Proteção Ambiental (APA) e oferece uma paisagem de superfície maravilhosa. Propícia para banho e mergulho livre, nas águas claras do verão pode chegar a 25 metros de visibilidade, em profundidade que varia de acordo com a fase lunar. É possível encontrar espécies como: linguados, cações, tartarugas, arraias, peixes de aquário, frades, parus, polvos e moreias.




Fotografias da galeria: Josiella Ramos


A melhor época é de dezembro a abril, onde a temperatura da água é mais agradável e temos mais visibilidade de fundo. O local tem vista direta para o Parque Paulo Cesar Vinha (onde encontramos a famosa ''Lagoa da Coca Cola'', trilhas e praia de mar agitado). O Parque tem uma beleza indescritível, mas falamos sobre o mesmo em outro momento :)


Fotografias da galeria: Bernardo Firme


Já tivemos a honra de ter a bordo do nosso passeio @olhardajosi e @besmfirme, dois fotógrafos com olhares peculiares que deixaram o nosso dia ainda mais bonito. Sempre a equipe que vai cuidar de tudo para o seu passeio ser inesquecível, contamos ainda com a Escuna Indiana, a maior do nosso litoral e com melhor estrutura. Sua embarcação, muito bem cuidada, possui banheiros, bar e nos permite circular com facilidade entre os espaços. Inclusive preparar aquele churrasco (com todo o cuidado possível) dentro da própria embarcação.

Conheça as Três Ilhas da melhor forma e cola com a gente! E se você calhar de ler o blog do Blue Coffee depois dessa data, não chora, não! Entra em contato com a gente, que vai ser sucesso ;)


Texto: Pamela Nogueira

23 visualizações
Arara.jpg

BLUE TRIP

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Planalto

Vila Velha

Espírito Santo, Brasil

Telefone: (27) 30721808

Whatsapp: (27) 99601-2082

reservas@agenciabluetrip.com

COMERCIAL

bluetripcomercial@gmail.com

(27) 99623-6985